Artigos e NovidadesEmpreendedorismo

A próxima chamada do Finep Startups vai até o próximo dia 7 de agosto, com aportes de até R$1 milhão por empresa, e mais de R$100 mi distribuídos ao todo.
A Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) está com edital aberto para o Programa Finep Startup, que irá auxiliar empresas de base tecnológica a levarem seus produtos e serviços inovadores ao mercado. No total, a instituição irá aportar 100 milhões de reais em projetos de inovação desenvolvidos por startups, distribuídos em quatro chamadas de 25 milhões cada, com aporte de até 1 milhão por empresa selecionada pelo Programa.
A próxima chamada receberá propostas até o próximo dia 7 de agosto e que podem participar empresas com CNPJ constituído há, pelo menos, seis meses.
Segundo Roberto Chiacchio, analista do Programa, a ideia de criar o Finep Startup se deu porque a instituição percebeu que havia demanda diante da dificuldade encontrada pelos empreendedores para financiamento de projetos inovadores. Ou seja, o foco da iniciativa é oferecer a oportunidade de financiamento intermediário para empresas com tecnologias inovadoras avançarem no seu desenvolvimento e superar o vale da morte. “A Finep identificou que faltava um instrumento que fosse diferenciado”, revela.
O analista conta que a comissão julgadora dos projetos vai avaliar os seguintes critérios de cada proposta: inovação, estratégia e equipe, além, é claro, da capacidade de atrair investimentos. Nesta etapa, a proposta poderá receber até 15 pontos, no total. A comissão avaliadora dos projetos é formada tanto por analistas da própria Finep, quanto por consultores convidados. As etapas de avaliação são eliminatórias e envolvem a Análise de Negócio, uma Banca Presencial e Visita Técnica.
Para demonstrar a capacidade de atração para investimentos, é preciso encaminhar algum documento que demonstre o interesse de implementação da tecnologia ou produto no mercado, que pode ser em forma de orçamento solicitado por um possível cliente, por exemplo. “Nós pedimos uma espécie de validação de que a proposta atender à demanda ou resolve o problema de alguém”, corrobora.
Outro ponto relevante na proposta, de acordo com ele, é a capacidade de atração de investimento privado, fato que fará com que os projetos recebam um ponto extra a cada 50 mil recebido. “Considerando que cada carta de compromisso de investimento prevê um valor mínimo de 50 mil por investidor para receber um ponto adicional, um único investidor que aporte 250 mil fará com que a startup receba os 5 pontos máximos deste quesito”, explica.
Os projetos submetidos via edital devem ser voltados para temáticas nas áreas de Educação, Cidades sustentáveis, Internet das coisas, Jogos eletrônicos, Energia, Tecnologias submarinas, Defesa, Fintech, Mineração, Manufatura avançada, Biotecnologia, Agritech, Química, e BIM.
Chiacchio frisa que a escolha por trazer a apresentação à Unicamp não se deu por acaso, mas sim devido ao forte e já consolidado ecossistema de inovação e empreendedorismo local. “Nós achamos que seria interessante divulgar o edital na Unicamp. O ecossistema de Campinas é impressionante”, conclui.
Não pôde comparecer ao evento? Confira Apresentação Finep Startup.
Mais informações sobre o edital em: http://www.finep.gov.br/chamadas-publicas/chamadapublica/609
Tem dúvidas sobre o edital e a submissão de projetos? Encaminhe e-mail para finepstartup@finep.gov.br ou sac@finep.gov.br.
Informações da Agência Inova .

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário